Peixes deliciosos na churrasqueira

Mutos já estão fazendo cara de quem chupou limão apenas de ler o título deste post. Peixe? What the hell?!?! Somos carnívoros, homens no mais puro sentido da palavra! Somos aqueles que destroçam uma costela mascando até os ossos, não venha nos apresentar peixinhos adoráveis e saltitantes!

Por que não? Tá, tudo bem. É uma carne mais leve (e por isso saudável), de sabor mais sutil e refinado, perfeita pra fazer uma moral com a sogra ou uma amiga que você quer impressionar. Precisa mais motivo? Peixes tem menos gordura e possuem alto nível de coisas saudáveis que só mulherada se importa, mas que fazem bem, tipo Ômega 3 e esses “chablaus”. Bem, é gostoso se for bem feito, por isso vamos mostrar 3 maneiras de fazer um bom peixe.

Primeiro o filé de peixe (pode ser tilápia, salmão, sardinha, ou algum outro peixe de pele), depois um peixe fechado no espeto próprio (pele ou couro, pode ser pintado, tambaqui, piranha ou qualquer outro que o peixeiro te indicar) e por fim o peixe aberto na grelha (de novo, pode ser quase qualquer tipo, contanto que caiba na grelha. Pergunte ao peixeiro que ele é gente boa e te explica os melhores pra cada época). O tipo de peixe depende de onde você está e o tamanho da churrasqueira. Cada região no país possui alguns peixes que ficariam maravilhosos bem assados.

Espera! Quando falamos “bem assados”, queremos dizer no ponto. O peixe pode passar do ponto muito rápido, então seria bom que você faça alguns experimentos antes de sair chamando os pais da namorada para um jantar. O ideal é que a carne não fique crua, mas que não seque também. O ponto para o peixe, em geral, é estar suculento, mas sem suco (deu pra entender?) Bem, vamos lá!

Filés de Peixes Grelhados

Esse é a coisa mais fácil de fazer, só precisa de alguns cuidados. A primeira coisa é lembrar que a carne de peixe é cheia de frescura, então é ruim de pegar tempero. O melhor é fazer uma boa marinada e deixar os filés pegando sabor enquanto você limpa a grelha. Sim, vai precisar limpar a grelha porque vamos fazer esses bichinhos direto sobre ela e a pele pode grudar. Os filés tem que ter pele, senão você terá problemas. Se não gostar de aventuras ou pele crocante de peixe, pode colocar papel laminado embaixo, então.

Primeiro a marinada. Azeite, sal e pimenta são básicos, depois adicione alguma erva pra ajudar, como tomilho ou alecrim, e um pouco de vinagre branco (não coloque produtos açucarados, que grudam na grelha). Misture tudo em uma vasilha com tampa e deixe descansando na geladeira enquanto faz o fogo e limpa a grelha. É bom passar um pouco de óleo em uma esponja ou pincelar na grelha pra ajudar. Com ela bem quente, coloque os filés com a pele para baixo. 5 minutos de cada lado e boa!

Peixe inteiro no espeto

Quando falamos em espeto, queremos dizer aqueles de abrir, onde você pode fechar o peixe sem se preocupar em derrubá-lo. Mas se você não é um homem moderno, coloque no espeto comum e costure a barriga dele, para que fique no lugar (por favor, seja moderno, que isso nem sempre funciona). Prepare o peixe com aquela marinada esperta, mas esta forma de assado tem uma vantagem. O peixe é oco! Então, dá pra colocar alguns temperos e especiarias dentro, na hora de assar. Só que tome cuidado pra não exagerar, que o tempero pode ficar mais forte que a carne e destruir tudo. Cebola, cebolinha, pimentões e outras suculências ficam ótimas ali dentro. Feche bem e coloque no fogo, inteiro, com pele e tudo. Só fique de olho para não queimar se tiver pele. Vire a cada 20 minutos e quando perceber que a carne está bem branquinha, com a pele bem douradinha e crocante, pode tirar, mais ou menos em torno de 1 hora. Se o fogo estive forte, você talvez precise tirar antes.

Peixe aberto na grelha

Este é super fácil de fazer, nem precisa de marinada, se não quiser. Limão, sal, pimenta, azeite, salsinha e cebolinha em um copo, bem batidos. Mas não é pra beber, é pra colocar no peixe aberto sobre a grelha, fora do fogo por enquanto. É melhor já montar tudo sobre a grelha, ou você pode usar uma bandeja ou tábua de carne grande para levar o peixe ao fogo. Coloque esse suco por cima de toda a carne. é pra ficar nadando mesmo. É um peixe, ele está acostumado. Você verá que lentamente ele absorve o suco. Então, pegue um pimentão vermelho, um verde e um amarelo cortado em tiras e espalhe sobre o peixe, como uma treliça, tipo xadrez ou algum padrão que ache bonito. Pode levar o bichão para o fogo e deixar por aproximadamente uma hora e meia, com calma, em fogo indireto. Quando perceber que está quase bom, tire o peixe e aplique maionese nos espaços onde não tem pimentão. Sim, maionese mesmo, tipo de pote que compra no mercado. Ou, se tiver as manhas, faça sua própria maionese, que é ainda melhor. Coloque o peixe de volta no fogo e deixe terminar. Detonou!

Você pode gostar de...