Lareiras a Álcool – Como elas funcionam?

As lareiras a álcool estão revolucionando o modo com o qual aquecemos nossas casas.

Por definição as lareiras a álcool são câmaras de combustão a pressão atmosférica. Ou seja, o vapor do álcool entre em combustão a pressão do ambiente.

São conhecidas  também como biolareiras, lareira ecológica, lareira a etanol ou simplesmente queimador para lareiras.

Porém, em função de seu caráter inovador, algumas dúvidas são recorrentes:

  1. Como funcionam?
  2. São seguras?
  3. Aquecem de verdade?
  4. E a chaminé? É necessária?

Primeiramente vamos entender o que são lareiras a álcool ou a etanol:

LAREIRAS A ÁLCOOL – definição:

Por definição, as lareiras a álcool são câmaras de combustão a pressão atmosférica. Isto significa que seus reservatórios são integrados à própria câmara.

Por sua vez a câmara deverá prover vapor de álcool em quantidade adequada e equilibrada a fim de prover uma combustão limpa e com baixíssimas emissões de CO e CO2. Para tal são requisitos obrigatórios:

  • Equilíbrio entre a oferta de vapor de álcool e de oxigênio;
  • Trabalhar a altas temperaturas.

Agora podemos responder as suas dúvidas!

LAREIRAS A ÁLCOOL – como funcionam?

As biolareiras a álcool são reservatórios metálicos estanques, providos de abertura em sua tampa superior. Esta abertura vem equipada com obturador.

Acessórios como haste e acendedores são obrigatórios e geralmente acompanham a lareiras.

lareira-a-alcool-como-funciona

Para ABASTECER, basta verter o álcool diretamente da embalagem original na abertura da câmara. Se preferir utilize uma bomba de sucção, jarra ou copo.

lareira-abastecimento

O ACENDIMENTO se realiza trazendo o isqueiro a haste metálica já “molhada” no álcool, e a utilizando como se fosse um palito gigante. Estes acessórios devem acompanhar a lareiras.

lareira-acendimento

Com esta mesma haste você poderá regular a intensidade da combustão, ajustando a abertura com o obturador.

NÃO PODERIA SER MAIS SIMPLES!!!!

LAREIRAS A ÁLCOOL – são seguras?

As lareiras a álcool são seguras se atenderem os pré-requisitos técnicos, tanto na fase de projeto do produto, como na fase de fabricação e posteriormente quando de sua operação pelo cliente final.

Portanto, observe cuidadosamente a procedência e tradição do fabricante. Verifique a aparência e sua geometria – lembre-se que não se brinca com fogo!

Um alerta importante se refere aos comprimentos dos equipamentos: o EMPENAMENTO da lareira não pode ocorrer nunca, pois ele causa danos no reservatório culminando em perigosos vazamentos.

Certifique-se de que é fabricada integralmente em aço inox, inclusive o enchimento interno. É comum fabricantes e importadores substituírem estes filamentos metálicos por filamentos CERÂMICOS, QUE SÃO CANCERÍGENOS AO SEREM INALADOS. Tudo isto é concretizado com a apresentação de CERTIFICADO DE ATOXIDADE, emitido por entidade de reputação ilibada de reconhecimento nacional.

Finalmente, verifique o prazo de garantia, a qualidade e extensão do Manual do Usuário fornecido pelo fabricante, pois ele deverá ser detalhado e demonstrar com clareza como operar o equipamento de forma segura.

LAREIRAS A ÁLCOOL – aquecem de verdade?

Sim. O mercado oferece modelos que aquecem até 120m2 ou mais.

As melhores marcas apresentam o consumo de álcool por hora e potência equivalente em watts, bem como a área de aquecimento a qual ela se destina.

Os melhores resultados acontecem quando o fornecedor da lareira participa fornecendo Orientação Técnica clara com o intuito de definir o melhor modelo para a sua real necessidade. Todas as precauções devem ser consideradas na fase de projeto, quando se dimensiona a lareira e se detalha seu isolamento térmico.

É importante lembrar que boas lareiras a álcool fornecem chamas intensas e naturais, com temperaturas que atingem 400ºC.

LAREIRAS A ÁLCOOL – E a chaminé? É necessária?

Não.

Para o fabricante que apresenta todos os atributos como tradição, reconhecimento de marca, e principalmente o CERTIFICADO DE ATOXIDADE, a chaminé não é necessária.

A combustão eficiente acontece em lareiras bem projetas e fabricadas, garantindo assim sua atoxidade. Leia sempre o Manual do Usuário para obter estas informações.

VOCÊ AINDA TEM ALGUMA DÚVIDA? ENVIE SUA PERGUNTA!

Você pode gostar de...

14 Respostas

  1. Roseli disse:

    Qual é o consumo de uma lareira a álcool?

  2. CARLA CARLA disse:

    E o cheiro do álcool?

    • Lucas Rufino disse:

      Olá Carla, tudo bem? Enquanto a lareira está acesa, não há nenhum cheiro. Já quando o fogo acabar, ficará um pequeno odor, que será rapidamente dispersado, parecido quando se apaga uma vela. É importante também que você utilize o álcool correto,

  3. Sergio disse:

    Tenho dúvida sobre o consumo! Vai quantos litros de álcool por hora?

  4. Eric disse:

    Gostaria de saber mais sobre a segurança em relação aos gases emitidos na queima. Elas oferecem risco de provocar asfixia, ja que não ha chaminés ?

    • Lucas Rufino disse:

      Olá Eric, tudo bem? Não existe risco nenhum, a queima do etanol libera apenas vapor de água e dióxido de carbono em quantidades muito pequenas, sendo que estas quantidades não são prejudicais à saúde.

  5. Pedro disse:

    Gostaria de saber se pode ser usado o álcool que se abastece automóveis ?

    • Lucas Rufino disse:

      Olá Pedro, tudo bem? O álcool de posto não é recomendado para ser utilizado em lareira a álcool, pois contém resíduos de petróleo que são prejudiciais à saúde.

  6. Milena Corrêa disse:

    Qual o tipo de álcool que deve ser usado e onde ele pode ser comprado ?

    • Milton disse:

      Bom dia … trabalhamos com biolareiras da marca ARTFIRE. Cada fabricante especifica diferentes tipos de alcool – consulte sempre o fabricante da biolareiras.
      A sua disposição,
      Central das Lareiras

  7. Guinever disse:

    Que tipo de álcool se usa ?de posto ? O que é o tal álcool de cereal onde comprar ?

    • Lucas Rufino disse:

      Olá Guinever, tudo bem? O álcool de cereal é o mais recomendado para ser usado nas lareiras ecológicas, pois é o álcool mais puro e tem acima de 92 graus, o que mantém a chama bonita e uniforme.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *