11 erros na hora de fazer churrasco

Então você é o cara no quesito churrasco? Se acha o Ayrton Senna da churrasqueira, o cão chupando manga, o rei da cocada preta quando o assunto é assar uma carninha?

Pois bem, então veja os exemplos abaixo e descubra se está com essa moral toda.

Para cada um dos erros mais cometidos ao fazer churrasco que você se encontrar fazendo, precisa pagar um churras para nós! E vamos cobrar, ein! Algo como um teste de revista feminina, mas sobre o que realmente importa.

Some um ponto para cada opção em que você se reconhece e, no final… Ah, isso não importa né? Vamos apenas dar umas risadas com o que algum amigo faz de errado.

( ) A carne está congelada? Tudo bem! É só descongelar no micro-ondas e assar!

Viximaria! Nunca, nunca, mas nunca mesmo, faça isso. Tire a carne na véspera para descongelar, pelo amor… Outra dica: não coloque coisas geladas para temperar a carne (como cerveja ou refrigerantes e vinhos), pois isso faz as fibras dela encolherem, deixando a carne mais dura. Deixe as bebidas em temperatura ambiente para usar como tempero.

( ) Olha que linda essa picanha de 1,4Kg!

Sinto muito colega, mas provavelmente tem um pedaço de coxão duro ali. Peças de picanha dificilmente passam de 1 quilo e 100 gramas. E se o açougueiro falar que “é porque o boi é grande”, então não é boi, é elefante. Fique de olho!

( ) Corta aqui assim, de cima pra baixo, tira uns bifão longo!

Cada coisa que a gente ouve, não é? Lembre-se sempre, que a carne tem que ser cortada contra as fibras, para que não endureça. E como se descobre isso? É só olhar para a carne. De que forma os veios parecem percorrer a peça? E outra: bife nunca para churrasco. Tire postas, pois são mais grossas.

( ) Traz aquele álcool aí da pia, pra acender o fogo!

Outra coisa que muita gente erra é jogar álcool líquido para acender o fogo. Em primeiro lugar, se o carvão estiver úmido você vai gastar quase todo álcool para acender e não vai dar, porque ele queima muito rápido e de maneira explosiva. Use uma pastilha acendedora de álcool sólido, ou até mesmo um pão velho embebido. Já conhece o RapidFire? Usar álcool em gel também serve, mas gasta mais (atenção para não comprar o tipo que não é inflamável).

( ) Despeja o sal grosso em cima da carne, moleque. Faz uma cama de sal!

Só se a sua família precisa de enfartos simultâneos. A principal propriedade do sal é absorver água. Se você cobre a carne inteira de sal e coloca no fogo (e depois vem com essa de “bater a carne” no final) o sal vai sugar todo o suco da carne, e deixá-la seca. Não diga que não avisamos.

( ) Pronto, está salgada, agora é só jogar no fogo! (ou na versão alternativa, “larga aí no sal por umas duas horas antes de assar”)

Na-na-ni-na-não! Tudo que é preciso fazer é passar um punhado de sal grosso ao redor da carne toda, e só um punhado mesmo, dependendo do tamanho da peça (dá pra usar um pouco de azeite para ajudar o sal a grudar) e deixar a carne perto do fogo por uns 5 a 8 minutos antes de assar. Deixar a carne com o sal ao lado do fogo faz as fibras abrirem e absorverem o sal. Apenas isso. Daí quando colocar para assar remova o excesso e pronto. A carne fica salgada. Milagroso, não?

( ) Deita essa costela nas labaredas pra assar mais rápido!

Não é que não assa mais rápido, mas que queima mais rápido também. Na verdade nem assa, só seca e esturrica. Peças grandes ficam a 40 cm do fogo e levam muitas horas para assar. Não tente apressar a natureza, que você vai acabar comendo um pedaço de carvão. A grelha é só pra bifes, postas e carnes pequenas. Peças médias (como a picanha) ficam a uns 30 cm do fogo.

( ) Minha linguicinha fica assim mesmo, meio preta e seca, é culpa do mercado!

Bem, na verdade não. Se ela queimou é porque o fogo está com labaredas e não apenas brasas. Deixe um pouco de cinza do churrasco antigo no canto da churrasqueira e use para que a gordura da carne não levante fogo. Se sua carne está seca, é porque tem ALGUÉM usando um garfo para virar a carne, não é? Se você fura a carne, o que acontece com o suco dela?

( ) Faz uma picanha bem passada aí tio!

Ai meu deus, me poupe de ouvir esse tipo de falácia! Quer picanha bem passada? Arranca a sola do sapato e come. Dá no mesmo. Mas, de qualquer forma, caso seja seu sogro que pediu e você quer impressionar, corte alguns pedaços um pouco mais finos. Mas só um pouco, pra não ficar horrível. Uma posta com 2 dedos de largura está boa, no geral. Se for pra deixar mais ao ponto (porque bem passado NUNCA), corte com 1 dedo.

( ) Pode jogar a bituca de cigarro aqui no carvão. Vai queimar mesmo!

Sim, vai. E contaminar toda sua carne com nicotina e alcatrão. Parabéns!

( ) Óia, é assim que se faz! Vire a carne a cada 5 minutos!

Nem aqui nem na China. Vire a carne apenas uma vez. Nas postas que ficam em grelha, espere o sangue subir e vire. Este é o ponto. Se a peça estiver alta, no espeto, deixe a gordura para cima, para que ela escorra sobre a carne.

( ) Selar a carne? Mas eu não vou mandar pra ninguém pelo correio!

Sim, esta foi uma piada infame. Desculpe. Mas certos tipos de carne precisam ser selados, como a picanha, fraldinha e até uma maminha. Especialmente se for colocar em espeto. O esquema é apenas deixar a 15 cm das brasas por alguns minutos de forma a “fechar” a carne, e o suco não conseguir sair. Quando estiver bem selada (ou dourada), levante até a altura normal de deixe assar normalmente. Vai por mim, funciona.

E então? Quantos churrascos está nos devendo?

Você pode gostar de...